Alguns gestores encontram dificuldades na hora de elaborar o planejamento orçamentário empresarial, mesmo porque, não é algo simples. Pelo contrário, isso exige muita atenção e paciência, conhecimento sobre o negócio e sobre os números envolvidos nele.

Este é um documento importante que serve como base para o empresário planejar e controlar os resultados do seu negócio, ou seja, suas receitas e despesas e, quando bem executado, pode ajudar a aumentar os lucros da empresa. Ele parte das informações e dados sobre o que ocorreu com o negócio e usa isso para planejar, provisionar e estimar o que vem pela frente, auxiliando na tomada de decisões.

1) Conheça bem os seus números

Elaborar o orçamento é planejar as despesas de acordo com a previsão de receitas, e não planejar o quanto é necessário ganhar para cobrir as despesas. Esse é um erro que os empresários ainda cometem e que pode levar seu negócio ao fracasso.

Para que o seu planejamento orçamentário se torne uma ferramenta útil e eficiente, é necessário conhecer bem os valores de receitas e despesas. Isso significa que todas as entradas de caixa devem estar registradas e separadas pela origem assim como as despesas. Nem mesmo os pequenos gastos podem ficar de fora dos registros, pois podem fazer a diferença no final do mês.

2) Reserve um tempo para a sua elaboração

Por conta do detalhamento de informações, da complexidade e finalidade do planejamento orçamentário, é importante que você se programe com antecedência para esta tarefa.

Por ser um documento que irá auxiliá-lo na gestão da empresa, e que abrange todos os setores do seu negócio, é preciso dedicar a ele o tempo e o trabalho que ele exige, para que seja executado de forma criteriosa e minuciosa.

3) Não decida tudo sozinho

Como as despesas e receitas da sua empresa estão relacionadas não só com o departamento financeiro, mas também englobam todas as áreas operacionais e de pessoal, é necessário que os resultados obtidos por cada setor da empresa sejam levados em conta e que cada responsável seja consultado na hora de compor o planejamento orçamentário. Só assim você terá a riqueza de informações necessária para chegar nos resultados que você precisa.

4) O planejamento orçamentário não é algo estático

O planejamento orçamentário tem como um de seus objetivos deixar claro qual a situação da empresa e quais as suas expectativas de crescimento. Ele funciona também como uma ferramenta para avaliar se a realidade dos fatos está caminhando de acordo com o que foi planejado.

Exatamente por isso ele não deve ser encarado como algo estático e imutável, ao contrário, deve ser reavaliado e revisto periodicamente.

5) Defina metas e objetivos claros e realistas

Na hora de planejar é preciso manter os pés no chão ao definir as metas e objetivos de crescimento. As informações do passado devem ser avaliadas e analisadas de forma que a empresa consiga projetar resultados futuros de forma realista.

Não adianta impor resultados inalcançáveis para tentar motivar o crescimento. É mais vantajoso e eficaz traçar metas menos ousadas e ir alterando e ampliando essas metas conforme forem atingidas.

Gostou desse artigo? Comente aqui no blog e entre em contato com a Fit Contábil para saber mais. Esperamos por você!

Open chat
Fale conosco!