O IRPF começa em março! Agora o leão está chegando e nós queremos saber: Como você está se preparando?

Por isso, trouxemos neste artigo algumas informações e dicas pontuais para que você esteja preparado, alinhado e organizado para lidar com esta cobrança. Acompanhe:

Os contribuintes que apresentaram renda superior a R $ 28.559,70 em 2020 devem acertar as contas com a Receita Federal entre março e abril e iniciar o envio da declaração de imposto de renda de 2021. Portanto, a devolução deste ano refere-se aos rendimentos de 2020. Se os contribuintes pagarem mais impostos do que deveriam, receberão a famosa restituição do IRPF.

A declaração pede todas as suas receitas durante o ano passado, incluindo as receitas isentas de impostos que não são tributadas de acordo com o imposto de renda, como:

  • Aluguéis;
  • Dependentes;
  • Despesas médicas e odontológicas;
  • Gastos com educação;
  • Indenizações por acidente de trabalho;
  • Operações na bolsa de valores;
  • Pagamento de pensão alimentícia;
  • Saque de FGTS.

Ressaltamos que nem todas as despesas podem ser deduzidas do imposto final, mas é imprescindível incluir todas as informações necessárias, para avaliar qual a situação mais adequada em seu cenário.

Um ponto significativo para o seu planejamento é a organização de toda a documentação e comprovantes necessários para entregar sua declaração. Separe os documentos em uma pasta física ou digital o quanto antes, para evitar atrasos e multas.

Outro fator para se organizar é entender as mudanças em determinados campos. A partir de 2019, a Receita fez alterações ou esclarecimentos aos seguintes pontos:

  • Filhos e dependentes: Independentemente da idade, o CPF dos familiares deve ser informado no extrato. Vale lembrar que só pode constar na declaração de um dos pais.
  • Despesas no exterior: A Receita informou que não há imposto retido na fonte sobre educação, cultura, ciência e despesas médicas de seus dependentes ou de dependentes estrangeiros;
  • Refis: Quem aderiu ao Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária deve informá-los sobre os bens e direitos de qualquer natureza, anunciados no momento da adesão ao plano em seu Demonstrativo de Ajuste Anual (DAA).

Sabemos que o imposto de renda é um tributo que pode gerar muitas dúvidas, como declarar imóveis, investimentos, saber de toda a documentação necessária, decidir qual o modelo de entrega, entre outras questões.

E ainda, a Receita Federal tem aprimorado cada vez mais seu sistema de cruzamento de informações do IRPF. Basicamente, ela possui todos os seus dados como movimentações da conta corrente, se trocou de carro, gastos de cartão de crédito, entre outros.

Por isso, recomendamos sempre a procura de um profissional de contabilidade para te auxiliar com essas questões. A Fit Contábil oferece o serviço de elaboração da declaração de IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física), esclarecendo todas as suas dúvidas sobre a documentação, os procedimentos e eventuais mudanças nas regras. Garantimos total segurança e sigilo das suas informações, rapidez na entrega e qualidade no atendimento.

Fit Contábil. Contabilidade sem Fronteiras!

Open chat
Fale conosco!